arquitetar

"Procurar as orgânicas,os movimentos espontâneos,isto é, compreender a natureza para depois demarcar na geografia.A construção também tem que ser uma desconstrução.É necessário reflectir e inflectir.Procurar estar na essência da geometria.Resolver, encontrar o arco, ligar dois pontos, enfrentar um projeto e uma ideia, empreender uma lógica, um mundo."

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Carlos Mota - Great Finds 2014

O Anatomia, como plataforma de divulgação do melhor da arquitetura, arte e design, abre espaço na sua nova temporada com a presença da obra marcante do arquiteto e artista plastico português, Carlos Motta. Sua pintura vai além da compreensão ou interpretação do nosso olhar. A visão distorcida do abstrato, a vibração das cores, o movimento... Essa intuição dos sentimentos impregnados na sua pintura, numa provocação constante. Nesta série, Great Finds de 2014, Carlos nos mostra esta provocação numa reação quase aflitiva da imagem diluída em um sentimento de dor e devolvendo ás nossas emoções, uma vida idealizada, imaginada, e refletida...

Nota do Artista: " Realizei um trabalho de investigação sobre os pigmentos da região de Ouro Preto, junto ao professor Eng. Maurício de Barros, na qual conseguimos identificar a verdadeira paleta de cores que existem por lá, o azul e o verde água e diferentes tons de ocre e gris, o vermelho, não sendo pertencente á paleta de cores dos pigmentos pelo fato de que Ouro Preto tem muita paixão e sofrimento ao longo dos tempos. Todas as minhas obras foram produzidas em Ouro Preto, conciliando técnica pessoal e pigmentos da região, a linha condutora foi o céu magnífico com suas formas e cores únicas e as calçadas das cidades, por serem significativamente históricas, já que passaram ao longo do tempo, escravos, intelectuais, Reis, artistas... Fazendo da cidade de Ouro Preto,  uma cidade Patrimônio Mundial da UNESCO. Foi neste contexto que nasceu a série  "GREAT  FINDS", fui encontrado e achado por Ouro Preto."










quinta-feira, 12 de maio de 2016

Móvel sustentável + Primo Factory Design

Em Niteroi, estúdio reaproveita madeiras para móveis cool... 
A Bimool, como definem os próprios criadores da Primo, è 60% rack para bicicleta, 30% luminária, e 10% prateleira. Produzida em madeira reutilizada, o móvel é perfeito para os ciclistas que não possuem um espaço reservado para guardar suas magrelas. De quebra ganham uma luminária estilosa, e uma prateleira para livros e objetos.







domingo, 8 de maio de 2016

Sauna Grotto, reverência á organicidade...

A Sauna Grotto construídas diante das águas serenas e azuis da Gerorgian Bay, em Ontário, foi criada pelos arquitetos do escritório Partisan, para oferecer uma experiencia única de relaxamento e hedonismo aos seus usuários.O local ocupa parte de uma formação rochosas muito antiga e foi concebido com inspiração nas grutas naturais.Um lugar para a contemplação...










terça-feira, 12 de abril de 2016

Arquitetura SPBR Arquitetos / Itaim - São Paulo

Um oásis na metrópolis paulistana...











No contrafluxo da arquitetura tradicional, aqui o propósito é desfrutar de momentos de lazer. A obra foi idealizada como uma casa de campo ou de praia, para os dias de folga do trabalho mas com um diferencial: ela esta dentro da cidade de São Paulo, ou seja, não é necessário enfrentar o caos das estradas.




quinta-feira, 7 de abril de 2016

Kreoo Design - Banheira Kora

Criada pela empresa KREOO, a peça faz referência a um instrumento musical africano. Salão do Móvel  de Milão 2016




Esculpida a partir de um único bloco sólido de mármore em forma elíptica, a peça foi desenha como complemento para a pia Gongo (2015) da mesma linha. O desenho faz referencia a um instrumento musical da África Ocidental, também caracterizado por uma forma elíptica, que emite um som parecido com o barulho das águas.